20 de nov de 2013

ABALADA MIX

como sabem, estamos prestes a entrar em mais uma balada literária. antes disso, há a balada literária mix, dentro do festival mixbrasil de cultura e diversidade.
no dia 14/11 saí do trabalho cansado, não tinha escovado os dentes após o almoço e tampouco tinha tomado banho naquele dia, estava cansado e precisava ir ao supermercado.
porém havia uma apresentação de um escritor e performer chileno chamado pedro lemebel naquele dia (que m eu nunca tinha ouvido falar). marcelino disse vá, adrienne disse venha e acabei fondo! 
primeiro adrienne disse que o livro tinha acabado de sair da gráfica e estava lindo de morrer. quando o vi nas mãos do marcelino, fiquei emocionado. livro lindo, grosso, em pólen 90g. graças a minha mente produtiva da concepção da capa, a cooperação do fotógrafo matheus rocha, do design do bruno brum da orelha do santiago, o livro ficou lindo, lindo de morrer, de ressuscitar!

lemebel abalou todos nós. faltava a voz pelo câncer na garganta, mas sobrava personalidade. ele leu para uma platéia de umas 20 pessoas (infelizmente poucas 20 pessoas) alguns textos e mostrou alguns vídeos de performances que ele fazia em plena ditadura chilena. uma delas, colocando tijolos encima do corpo e ateando fogo logo após. em outra, simulava a volta dos mortos. e um último manifesto, o mais famoso que se chama "falo por minha diferença" que já se tornou clássico. tire a bunda da cadeira, vá até a balada literária desse ano e leia algumas coisas dele traduzidas que estão na revista da balada que circulará pelo evento:


após o evento, todos nós ABALADOS na balada, tietamos o pedro, tiramos fotos. marcelino me apresentou para ele e mostrou o meu livro. pedro pediu para eu assinar e assim assinei o meu primeiro exemplar de "o estranho mundo de hugo guimarães", tendo o livro o melhor batizado possível. vejas as fotos da ale safra:


eu, marcelino, pedro e adrienne.


aqui, eu assinando o livro. (todos nós clicados por ale safra)

no dia seguinte, 15/11, seria a minha estréia de fato na balada literária. foi marcada uma mesa mediada por marcelino freire, e que teria eu, thiago barbalho e jorge antonio ribeiro como convidados lá no ccsp. 
difícil. primeiro colocaram a mesa em um lugar isolado do ccsp, fechado ao público onde o público tinha de explicar para que estava vindo para que os seguranças abrissem a porta.
difícil. estava quente. tinha 05 pessoas e pensei que não fosse ninguém.
mas veio. não fico bem com os cabelos penteados para trás e devia ter me lembrado disso. usei uma coleira de pastor alemão como mais uma referência do livro, a que associa animais a determinados grupos da sociedade. no final as pessoas foram aparecendo. acho que tinha umas 40 pessoas quando o debate começou.
difícil. a questão principal é: quando as pessoas vão assistir a uma mesa, pensam que o autor tem a obrigação de agradá-los de convencê-los de algo, de convencê-los de que é bom. pois não tem. o autor está ali para se mostrar e para mostrar a obra. se gostarem bem, se não: paciência, mas parecia que a apática platéia não concordava. quando abriram para perguntas, um indivíduo indelicado cometeu a indelicadeza de fazer uma pergunta para o mediador, como se os autores convidados não fossem interessantes o suficiente. me senti diminuído apenas, acho que os outros autores também. 
não fosse os fofos de sempre, santiago, adrienne, ale e a penna se manifestarem, a platéia permaneceria calada, esperando que plantássemos bananeira, ou algo assim, mas pouco difere, afinal, as pessoas só estavam ali por causa do marcelino mesmo...
mesas são bastante desagradáveis para mim. sei que sou antipático, sei que sou esquisito, mas é o que sou, I can't help it. só saio de casa para uma mesa se for evento da editora ou se pagarem um bom cachê, do contrário fico em casa com a minha gata siamesa.

questão levantadas? as de sempre. 'o que acham dos rótulos?' o escritor cubano que subiu a mesa á convite, disse algo ótimo: não há literatura gay, literatura feminina ou literatura negra. há LITERATURA HUMANA! 
(toma, viado!)

veja as provas:

jorge, thiago, eu, o cubano e o marcelino.


eu e o thiago.

veja a minha cara de ABALADA na última foto. bem, nunca é demais dizer que sexta feira dia 22/11 é o lançamento do meu livro "o estranho mundo de hugo guimarães" dentro da balada literária. veja o covite. amarelo ou pink, você decide:


veja a programação completa:
baladaliteraria.com.br

see you there!

XOXO







Nenhum comentário: